0

Copa do Mundo vira ferramenta de ensino em colégio de Diadema

Alunos produziram exposição com histórias das Copas - Foto: Arquivo pessoalDIADEMA – Com a proximidade da Copa do Mundo de Futebol a disputa pela taça se tornou um dos principais assuntos entre adultos e crianças. Para aproveitar a empolgação com o Mundial, professores do Instituto Educacional Manoel da Nóbrega (Iemano), de Diadema, decidiram montar uma exposição sobre o assunto e trabalhar todas as matérias de forma diferente. “Desde o início do ano letivo começamos a trabalhar o tema com eles. Envolvemos todas as matérias, história, geografia, matemática na parte de ângulos, por exemplo”, explicou Olga Coelho, professora e umas das idealizadoras do projeto.

Para inspirar na montagem do projeto, uma exposição sobre as copas, os alunos visitaram o Museu do Futebol em São Paulo. A partir do que viram no museu, as crianças criaram cartazes e confeccionaram bolas, chuteiras, camisas, troféus e bonecos dos mascotes, proporcionando uma verdadeira viagem na história de todas as Copas. “No museu percebemos que caixas eram usadas para colocar a explicação sobre os itens. Então, copiamos a ideia e também usamos caixas”, comentou Olga.

Criatividade

Os alunos usaram a criatividade para recriar os objetos com materiais facilmente encontrados nas papelarias. Com isopor esculpiram as taças, as bolas e as mascotes em tamanho real. Já as camisas foram produzidas com TNT (tecido não tecido). “Levamos dois dias para montar tudo, mas já em janeiro começamos a fazer as peças. Também conseguimos uma camisa autografada da Copa de 2006 para exibir”, destacou a professora.

O tema não empolgou apenas os alunos. No fim de semana a exposição recebeu a visita de muitos pais. “Gostei muito das chuteiras. Achei legal uma que parecia uma bota”, disse Ryan Kamada, 9 anos, sobre uma réplica de chuteira das primeiras Copas. “Gostei muito. É mais legal fazer esses trabalhos”, destacou Ariane Alves, 8.

Segundo Olga, projetos como o desenvolvido costumam auxiliar da assimilação das matérias, facilitando o processo de aprendizagem além de promover a interdisciplinaridade. Ainda no clima da Copa a escola planeja promover sua festa junina em verde e amarelo. “Até na Olimpíada de Matemática vamos tentar introduzir o tema”, concluiu a professora.

Editoria: Cidade

Assine e receba as publicações

Compartilhe esta matéria

Publicações recentes

Comente esta matéria

Enviar comentário

Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.

© 1539 Diadema Jornal. Todos os direitos reservados.
.