2

Ronaldo Lacerda denuncia venda irregular de habitações na cidade

Lacerda: “o que está sendo feito em Diadema é estelionato”. Foto: Eberly LaurindoO vereador de Diadema Ronaldo Lacerda (PT) afirmou, em entrevista ao Diário Regional, que há venda irregular de habitações na cidade. Segundo o petista, pessoas se passam por representantes da Associação Pró-Moradia e Liberdade – da qual Lacerda faz parte – e vendem apartamentos de alguns conjuntos habitacionais da cidade. A Secretaria de Habitação está investigando o caso, conforme informou o parlamentar. Procurada, a pasta não retornou até o fechamento da edição.

Segundo o vereador, duas pessoas moradoras do Jabaquara e Cidade Ademar, na zona sul da Capital, entram em contato com munícipes oferecendo imóveisem conjuntos habitacionais, afirmando que integram a Associação. “Se reúnem com os moradores em um fim de semana e dizem aos que querem a casa nova precisam depositar valor entre R$ 5 mil e R$ 10 mil em uma conta pessoal no dia seguinte. Infelizmente, as pessoas acabam caindo nessa armadilha, pois a casa própria é um sonho de todos”, explicou.

O valor é depositado sem nenhuma assinatura de contrato. Quando o dinheiro cai na conta, os falsos vendedores acabam desaparecendo. “Várias pessoas acabam procurando a Associação, exigindo a moradia. Já fizemos denúncia na polícia e levamos o caso para a Secretaria de Habitação, que está avaliando o caso”, destacou.

Entre os conjuntos citados por Ronaldo Lacerda estão o Vitória, no bairro Piraporinha, onde 40 pessoas foram enganadas. Em outros residenciais, nos bairros Campanário e Portinari, também houve casos de apartamentos “vendidos”. Mais 60 pessoas foram enganadas nos dois locais.

“A conquista da casa própria é feita com luta. Os moradoresprecisam ver se a associação ou se as pessoas que estão oferecendo (o imóvel) têm CNPJ, se estão cadastradas na prefeitura e na Caixa Econômica Federal. No nosso caso, as pessoas têm de participar das reuniões da Associação e lutar junto conosco. Isso que está sendo feito em Diadema é estelionato”, explicou Lacerda.

Demais municípios

Os casos de venda irregular de apartamentos construídos pelo poder público não são exclusivos de Diadema. Em São Bernardo, um grupo de moradores do bairro Vila São Pedro foi enganado por pessoas beneficiadas com um apartamento. O caso aconteceu em 2013.

Como a venda desse tipo de imóvel é ilegal, a Prefeitura de São Bernardo, à época, entrou com ação judicial de despejo. O caso provocou uma série de protestos tanto na prefeitura quanto na Câmara. Os moradores reclamaram da falta de informação sobre a venda dos apartamentos. A prefeitura alegou que todas as informações foram repassadas em reuniões com os manifestantes.

Editoria: Cidade Tags: , , , ,

Assine e receba as publicações

Compartilhe esta matéria

Publicações recentes

2 Comentários to "Ronaldo Lacerda denuncia venda irregular de habitações na cidade"

  1. Julia disse:

    Pode ser vendido um imóvel dessa associação ainda na planta?

  2. Julia disse:

    Porque vi um anúncio desse tipo fiquei na dúvida e pra mim seria uma boa opção,Mas tenho receio de ser golpe

Comente esta matéria

Enviar comentário

Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.

© 3249 Diadema Jornal. Todos os direitos reservados.
.