0

Presentes para Dia das Mães ficam 4,8% mais caros e sobem acima da inflação

Os filhos terão de desembolsar um pouco mais para presentear suas mães no próximo domingo (14). As 27 opções de produtos e serviços mais comumente escolhidos para agraciá-las ficaram, em média, 4,76% mais caras no período entre maio de 2016 e abril de 2017.

Os dados integram pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV), com base em dados do Índice de Preços ao Consumidor (IPC).

O porcentual (4,76%) ficou acima da inflação acumulada do mesmo período, que foi de 4,17% pelo IPC/FGV.
Comemorado no segundo domingo de maio, o Dia das Mães é a segunda data mais importante para o comércio brasileiro, perdendo apenas para o Natal.

Entre os serviços, cujo aumento médio foi de 6,41%, nenhum registrou reajuste abaixo da inflação. As opções que mais contribuíram para a elevação foram teatro (36,66%), show musical (9,79%) e cinema (6,91%).

Entre os produtos, os que mais subiram de preço foram perfumes (7,92%), ventiladores (7,45%) e liquidificadores (7,28%). Em contrapartida, os preços de celulares (-4,05%), roupas (-1,27%) e máquinas fotográficas (-0,12%) caíram.

“As opções que tiveram maior rigidez (aumento) na pesquisa foram os serviços. Como o crédito está difícil e a demanda, fraca, os bens duráveis não subiram tanto”, explicou André Braz, coordenador do IPC/FGV.

Para economizar na aquisição de serviços, a sugestão é estar atento às promoções nos sites de compra coletiva. “É uma dica que não pode sair do radar, mas é necessário ver com antecedência. Para aqueles que usam esse recurso, o melhor é estar cadastrado para receber as melhores opções de compra”, comentou o economista.

O pesquisador destacou ainda que é importante avaliar o gasto com itens mais caros, como telefones celulares, para não ficar endividado. “Não é porque não subiram que são uma boa compra. Como os valores são elevados, só vale a pena para quem se preparou. Às vezes é mais interessante investir em um jantar”, disse Braz.

Orçamento

Para quem deixou a compra do presente do Dia das Mães para a última hora, a Fundação Procon-SP alerta que é fundamental escolher o produto com cuidado e evitar as compras por impulso, que podem comprometer o orçamento.

Também é importante ter cuidado especial com as compras de produtos a serem entregues em domicílio. Deve-se verificar junto ao estabelecimento se ainda há possibilidade de o bem ser entregue dentro do prazo.

Editoria: Economia Tags: , , , , , ,

Assine e receba as publicações

Compartilhe esta matéria

Matérias Relacionadas

Comente esta matéria

Enviar comentário

Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.

© 2019 Diadema Jornal. Todos os direitos reservados.
.