0

Maranhão muda tom e se diz entusiasta de regionalidade

O prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (PSDB), adotou tom conciliador para falar sobre a aprovação, pela Câmara Municipal, de projeto do Executivo que autoriza a saída da cidade do Consórcio Intermunicipal do ABC. “Vamos procurar um caminho. Meu desejo é que a política do colegiado permaneça. Sou um entusiasta da política do Consórcio, ainda mais no ABC, com mais de 2 milhões de habitantes. Porém, a gente tem que aprimorar todos esses projetos”, declarou.

O Legislativo de Rio Grande aprovou a saída do município do colegiado na última quarta-feira (30), por 11 votos a dois. O líder de governo na Câmara de Rio Grande, Claudinho Monteiro (PSB), alegou que diante da crise financeira no país, é preciso otimizar os recursos. “Ainda mais a nossa cidade, que tem o menor orçamento do ABC, aqui cada centavo conta”, declarou.

O vereador Akira Auriani (PSB), que votou contra a saída da cidade do colegiado, argumentou que estão menosprezando a importância do Consórcio para a região. “Se esquecem de olhar para o passado, tudo que já foi conquistado. Os hospitais estaduais em Santo André, em Diadema, a Universidade Federal do ABC, tudo isso é fruto da política regional”, destacou.

Apesar do projeto ter sido de autoria do Executivo, Maranhão afirmou que ainda está analisando se o texto será sancionado. “Vejo que hoje passamos por muitos desafios. Acredito no colegiado, nessa conurbação que é o ABC. O caminho é termos a participação de todos os atores, que é de suma importância para o momento político e econômico que estamos passando, o pior dos últimos 70 anos”, pontuou.

“Temos de estar ainda mais unidos para enfrentarmos isso, com participação maior dos vereadores, de todos os atores. Temos que dar as mãos, porque só a política, só o empresariado, não vai resolver”, destacou.

Gabriel Maranhão foi presidente do Consórcio em 2015. Em julho do ano passado, Diadema deixou oficialmente o colegiado. Em maio, a Câmara de São Caetano aprovou a suspensão do repasse mensal para o Consórcio, o que seria o primeiro passo para que o município também se desfilie. A assessoria de imprensa do Consórcio Intermunicipal do ABC informou apenas que ainda não foi notificada sobre a decisão da Rio Grande.

Editoria: Regional Tags: , , , , ,

Assine e receba as publicações

Compartilhe esta matéria

Matérias Relacionadas

Comente esta matéria

Enviar comentário

Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.

© 2018 Diadema Jornal. Todos os direitos reservados.
.