0

Prefeitura de Diadema notifica Sabesp sobre qualidade da água

A Prefeitura de Diadema notificou, nesta segunda-feira (22), a Sabesp para que solucione o mais rápido possível os problemas que afetam a qualidade da água distribuída no município. Durante o fim de semana, os moradores notaram mudança na coloração da água, o que levou a diversas postagens com queixas nas redes sociais e a protesto em frente ao Poupatempo da cidade.

A mesma mudança no aspecto da água foi alvo de reclamação em São Bernardo. Nas redes sociais surgiu o boato de que a água estaria contaminada por problemas ocorridos no Cemitério Vale da Paz, o que, segundo a Sabesp, são informações inverídicas.

A Prefeitura de Diadema informou por meio de nota que “após ter acesso às primeiras reclamações de munícipes sobre eventuais problemas no abastecimento de água neste final de semana (dias 20 e 21), entrou em contato com a Sabesp, responsável pelo abastecimento de água no município, para informar o ocorrido. Os relatos fazem referência ao aspecto e à coloração da água, fazendo com que a mesma seja imprópria não só para consumo humano como para lavagem de roupas, louças e demais atividades cotidianas.

Nesta segunda-feira (22), a prefeitura notificou a Sabesp a atender as solicitações da população com urgência, identificando o que ocorreu e garantindo a qualidade de prestação de serviços, bem como posicionar a Prefeitura sobre os fatos que causaram o problema e as ações tomadas para sanar a irregularidade”.

Questionada, a Sabesp informou por meio de nota que “devido às últimas chuvas intensas e recorrentes, ocorridas nos meses de março e abril, e que também provocaram inundações nos municípios do ABC, houve o extravasamento da Represa do Rio Grande para a Billings, algo que não ocorria desde março de 2013, aumentando a velocidade do fluxo de água da Represa do Rio Grande. Isto provocou alteração brusca e substancial na característica da água do manancial utilizado para tratamento. Principalmente a quantidade de ferro, manganês e o nível de cor da água bruta atingiram valores inéditos na história do manancial”.

Segundo a companhia, esse problema tem impedido que se realize o tratamento adequado para retirada de toda a cor da água. Informou, ainda, que está trabalhando para readequação do processo de tratamento, a fim de adaptar-se a essa qualidade de água bruta.

“Manteremos informados os clientes da região sobre quaisquer alterações no processo de abastecimento. A Sabesp pede desculpa pelos transtornos”, afirma na nota.

A Prefeitura de Diadema destacou que continuará acompanhando o trabalho da Sabesp para solução do problema e informando à população sobre as ações até que a qualidade do abastecimento volte à normalidade.

Editoria: Cidade Tags: , , , , , , ,

Assine e receba as publicações

Compartilhe esta matéria

Matérias Relacionadas

Comente esta matéria

Enviar comentário

Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.

© 2019 Diadema Jornal. Todos os direitos reservados.
.