0

Aparição do cineasta no programa da Hebe Camargo também está disponível para ser conferida no canal oficial da instituição no YouTube

Aparição do cineasta no programa da Hebe Camargo também está disponível para ser conferida no canal oficial da instituição no YouTube

José Auricchio Júnior: “São Caetano tem orgulho de sua colonização italiana. E, por isso, o evento está cada vez mais exuberante, atraindo milhares de famílias”.

Buonasera! O cumprimento é só um dos termos estrangeiros que agora fazem parte dos fins de semana de São Caetano do Sul, graças ao início da 27ª edição da Festa Italiana, na Praça Comendador Ermelino Matarazzo, no Bairro da Fundação. No primeiro fim de semana (3 e 4/8), milhares de são-caetanenses espantaram o frio com boa comida e muita animação levada pelas diversas atrações culturais, típicas do País da Bota.

Na abertura, o prefeito José Auricchio Júnior (PSDB) destacou que a Festa Italiana é um “patrimônio cultural de São Caetano, do ABC e de São Paulo”. O evento já é o terceiro maior do Estado com o tema, atrás das festas de Nossa Senhora Achiropita e de São Vito, ambas na Capital. A Festa Italiana segue pelos dias 10, 11, 17, 18, 24 e 25 de agosto, com a expectativa de atrair até 70 mil pessoas.

“Esta é uma festa que não perde as suas raízes. São Caetano tem orgulho de sua colonização italiana. E, por isso, o evento está cada vez mais exuberante, atraindo milhares de famílias”, ressaltou o chefe do Executivo.

Lasanha, nhoque, capeletti, cannoli e muitas outras delícias integram o cardápio das 26 barracas de comidas e bebidas típicas, mantidas por entidades assistenciais da cidade. Uma delas, a da Paróquia São Francisco de Assis, registrou as maiores filas por conta de sua fogaça. “Sempre que venho não posso deixar de provar. Vale a pena esperar um pouquinho”, afirmou a animada Vera Soares, de 72 anos.

Na parte musical também não faltou variedade, com os shows de Fred Rovella, Tony Angeli, Banda Viva Itália e do DJ Rodrigo Silva, além da participação da Bamascs (Banda Marcial de São Caetano do Sul) e do coral da EMEF (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Senador Fláquer na abertura – bonecões italianos também animaram o público.

“É uma grande confraternização da família são-caetanense, que a gente fica ansioso para começar logo. Um evento seguro e acolhedor. Por isso, cresce a cada ano”, externou o deputado estadual Thiago Auricchio. No local foram instaladas 16 câmeras e criada central de videomonitoramento, garantindo a tranquilidade dos frequentadores.

Neto do ex-prefeito Antônio José Dall’Anese, Bruno Dall’Anese recebeu homenagem da Prefeitura em nome do avô, que criou a Festa Italiana no primeiro ano de seu mandato, em 1993.

Editoria: Regional Tags: , , , , ,

Assine e receba as publicações

Compartilhe esta matéria

Matérias Relacionadas

Comente esta matéria

Enviar comentário

Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.

© 2019 Diadema Jornal. Todos os direitos reservados.
.