0

São Caetano consegue terceira maior série de vitórias consecutivas da sua história

água santa, azulão, copa paulista, Grêmio Osasco, Marcelo Vilar, são caetano, sequência de vitórias, técnico

Jogadores comemoram gol da vitória sobre o Grêmio Osasco. Foto: Fabrício Cortinove/AD São Caetano

Ao derrotar por 1 a 0 o Grêmio Osasco no último fim de semana pela Copa Paulista, o São Caetano alcançou a marca de seis vitórias consecutivas, ra­ra em um futebol cada vez mais equilibrado e competitivo.

Trata-se da terceira maior sequência de triunfos da histó­ria do Azulão. Até hoje, oito é o máximo de jogos que o time venceu de forma seguida.

A série de oito vitórias con­­secutivas ocor­reu na terceira divisão do Campeonato Brasileiro de 1998. Sob o comando de Luiz Carlos Ferreira, o São Caetano conquistou na época o acesso à segunda divisão do nacional.

A segunda maior sequência, de sete partidas, ocorreu entre o final do Brasileirão de 2002 e início do Paulista de 2003.

“É interessante chegar ao clube e, de certa forma, parti­cipar de sua história. Porém, sou muito consciente de que a gente ainda precisa melhorar muito. O São Caetano possui longo caminho até se tornar o time que todo mundo espera. Estamos apenas começando o trabalho, e a gente espera dar continuidade a essa escalada de resultados”, comentou o técnico Marcelo Vilar.

Com a classificação garantida para a segunda fase da Copa Paulista, o Azulão pensa agora em assegurar a lide­rança do Grupo 4.

“Queremos o primeiro lugar para ter alguma vantagem nas pró­ximas fases”, disse Vilar. O São Caetano volta a campo no sábado (10), no Anacleto Campanella, contra o Água Santa.

Editoria: Esportes Tags: , , , , , , ,

Assine e receba as publicações

Compartilhe esta matéria

Matérias Relacionadas

Comente esta matéria

Enviar comentário

Atenção! O comentário aqui postado é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Diário Regional. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e serão removidos.

© 2019 Diadema Jornal. Todos os direitos reservados.
.